Ninguém gosta de ter um arranhão no carro, pois, além de deixá-lo com aparência feia, desvaloriza o veículo na hora da venda. Mas como evitar os temíveis arranhões?

Não tem como evitar todo e qualquer vestígio, mas você pode começar usando ceras automotivas e fazendo a revitalização do carro, o que deixará a pintura mais protegida e diminuirá as chances de apresentar um arranhão.

Parar o veículo debaixo de árvores também pode ser um problema, já
que a queda de galhos e frutos pode tanto arranhar como até amassar
a lataria. Na verdade, até mesmo deixá-lo exposto na rua é perigoso,
uma vez que qualquer pessoa pode esbarrar no carro ou provocar um
arranhão proposital. Sempre que puder, deixe-o em estacionamentos e verifique na hora de pegá-lo se não há nenhum arranhão.

Evitar atritos com anéis, unhas, pulseiras e outros objetos pontiagudos também devem ser seguidas, já que nunca é demais alertar para esses casos.

Quando for lavar o veículo, por exemplo, retire qualquer acessório que possa representar esse tipo de perigo.

Mas o que fazer se houver um arranhão no carro?

Mesmo tomando esses cuidados, pode ser que um arranhão ou outro sempre apareça.
O que fazer então? Calma, existem algumas dicas que ajudam:

  • Veja se realmente é um arranhão, pois pode ser algo que sai com pano úmido ou um produto especial. Cuidado na hora de escolher o produto certo e, na dúvida, procure
    um profissional!
  • Se o arranhão for fundo, não tente retirá-lo e leve o carro imediatamente a um profissional, pois qualquer coisa que fizer poderá piorar ainda mais a pintura. Conforme o tipo de risco terá que pintar toda a parte danificada para deixar a pintura mais discreta e valorizar o veículo.

Fique de olho nessas dicas e valorize mais seu carro!